Como transar melhor

Tempo de leitura: 6 minutos

Como transar melhor? As pessoas seguem buscando por essa resposta. Por um lado é uma coisa boa. Que bom que essa é uma preocupação, uma necessidade. A satisfação sexual, sentir prazer com o seu próprio corpo é o maior ato de amor que podemos ter com nós mesmos e para com a vida também. O mundo precisa de pessoas realizadas sexualmente, precisa de mais amor, de mais contato humano. É só tu olhar como é que tu fica depois de uma noite de amor, de preenchimento. No dia seguinte tu estás mais leve, a vida fica mais fácil, os problemas menores. Não está louco de vontade de sair para um shopping fazendo compras. Olha quanta gente frustrada por aí! Por outro lado é triste que ainda tenhamos que buscar como transar melhor, pois é um instinto básico que foi sumariamente reprimido na gente. Nos foi roubado. Então ao invés do sexo ser uma coisa natural e incorporada à nossa vida, ele foi tão reprimido ao ponto de termos que buscar como transar? Como transar melhor?

Autoconhecimento para transar melhor

Para isso, a primeira coisa é encarar seus medos, preconceitos e com isso, reconhecer que o que você sabe sobre sexualidade é praticamente nada. A religião, a família, a escola, a sociedade nos encheu de culpa, destruiu e corrompeu com nossa sexualidade. Tenho clientes que nem conseguem pronunciar a palavra sexo. Outros que aparentemente falam e se exibem bem sexualmente, mas que nunca tiveram orgasmo ou algum tipo de entrega com a parceira ou o parceiro. Fui pesquisar na internet sobre esse tema e me deparei com inúmeras dicas de posição, estímulos visuais e lugares inusitados. Ninguém quer falar a verdade sobre sexo. Não existe informação decente sobre sexualidade. Temos dicas altamente superficiais, técnicas de controle como o “tantra” ou encaminhamento para clínicas e remédios. Temos visto cada vez mais medicamentos, tratamentos e propagandas que tratam da ejaculação precoce, da falta de libido, de ereção. Evidente que este mercado crescente só existe pois o nível de insatisfação sexual é grande e esse tipo de problema é cada vez mais comum. Porém esses tratamentos não vão na raiz, não vão nas causas. Aparentemente resolvem a questão de uma forma totalmente superficial. O fato é que as causas, que são de conteúdo emocional, seguem lá no teu inconsciente, na forma de tensões no teu corpo. Ora uma pélvis cheia de tensão não consegue sustentar muita energia sexual. Por isso a ejaculação precoce. Aí tu não consegue relaxar e ter orgasmo, nem ter ereção ou lubrificação

A importância do corpo na sexualidade

O corpo é a casa das emoções. Se você não limpa sua casa, se deixa a pia empilhada de louça, não recolhe o lixo, vai chegar um momento que vai ficar inviável se movimentar dentro dela. Com o corpo é igual. Tu precisa fazer uma faxina emocional, jogar pra fora sentimentos reprimidos que funcionam como uma represa da tua energia. Essas emoções reprimidas vão ficar ali apodrecendo, te deixando estagnado. Se tu joga esse lixo pra fora tua energia vital vai fluir! Para transar bem você precisa ter uma liberdade de movimento no seu corpo. Na medida que a energia e o tesão aumentam, um corpo tenso ou molenga demais não sustentam e a transa acaba antes mesmo de começar. De fato, 99% dos homens e mulheres tem a região pélvica extremamente rígida ou molenga demais. Vamos acumulando toda repressão sexual e moralismo nessa região, o que nos impede de ter um relaxamento e uma sensação de prazer com nossa sexualidade. A bioenergética me ajudou muito com isso. Eu só conseguia transar depois de beber bastante ou fumar maconha. Tinha muita vergonha do meu corpo e ficava o tempo inteiro preocupada com o que o carinha que eu estava pensaria. Se eu me soltasse muito tinha medo que ele pudesse me considerar uma mulher fácil. Se eu não me soltasse nada achava que ele não ia querer mais ficar comigo. Seguir dicas de como agradar um homem era uma saída ou beber bastante e ligar o foda-se. Óbvio que nunca comentaria isso com minhas amigas, afinal, levantava a bandeira de mulher independente de homens, feminista de carteirinha. No fim isso também acabava sendo uma fachada para encobrir essas minhas fragilidades. Acabava colocando uma banca e uma imagem na frente para não mostrar que estava cheia de inseguranças e frustrada com minha sexualidade e o principal, não estava conseguindo ser eu mesma. Com a bioenergética fui conquistando uma liberdade corporal e uma autoconfiança que resultou em muito mais prazer no meu corpo e abriu espaço para viver amores reais.

Orgasmo só acontece com entrega

A afetividade com o parceiro é outro elemento fundamental para uma boa transa. O amor é algo milagroso. Transar com quem está apaixonado é um barato que não tem igual. Olhar no olho e conseguir expressar afeto te faz quebrar a lógica, o ego, tudo. Imagina que muitas vezes me privei de ter orgasmos para que meu parceiro não descobrisse o quanto estava apaixonada por ele. Muitas vezes me reprimi de gozar para não me entregar. O orgasmo é uma entrega, te tira do controle, seu corpo vibra numa potência em que não está acostumada. Por isso muitas mulheres têm dificuldade de ter orgasmo. Só que para ter essa capacidade de entrega tem que ter muito pé no chão. Um corpo que se sustenta, que não vai ficar toda desmilinguida por um cara. Cega de paixão. Aquilo de viver nos extremos, ou viramos uma completa idiota com o cara ou negamos absolutamente tudo e ficamos umas raivosas contra todos os homens. A luta dos sexos. Não precisamos disso. Existe saída!

Temos que ter maturidade e encarar de frente as questões. Como está meu corpo, quais são os meus medos, o que eu conheço sobre sexo, consigo me apaixonar, me amar? A bioenergética é a técnica que conheço que pode fazer com que transe melhor. Não procura na internet, em enciclopédia nem te perde nos remédios. A sexualidade é muito mais que uma transa de 15 minutos. Aqui no Namastê você pode descobrir como transar melhor conhecendo seu corpo e desenvolvendo a coragem de quebrar com seus medos e preconceitos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *